Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

7 dicas para a aumentar a rentabilidade no transporte

Para aumentar a rentabilidade no transporte é preciso analisar a situação particular de cada empresa. Não existe uma fórmula única que sirva para todas. Porém, existem técnicas que podem ser aplicadas à maioria das empresas, adaptando-as ao momento da empresa de transporte.

Empresas do ramo de transportes enfrentam um grande desafio para aumentar a rentabilidade. Isso porque aumentar a capacidade do serviço, por exemplo, nem sempre significa aumentar a rentabilidade.

Portanto, é preciso ter a estratégia perfeita para alcançar esse objetivo. E, essa estratégia só é possível com planejamento, conhecimento interno e de mercado, e automação de serviços que demandam muito tempo para serem executados. 

Qual a diferença entre rentabilidade e lucratividade? 

Como dito, para aumentar a rentabilidade no transporte é preciso conhecer a própria empresa e o mercado. Para isso, o primeiro passo é entender a diferença entre rentabilidade e lucratividade.

Rentabilidade seria o cálculo da divisão do valor do investimento inicial pelo resultado estimado do fluxo de caixa anual. Sendo assim, o número do resultado representa a taxa de retorno do investimento ou a rentabilidade por ano.

Já no caso da lucratividade, o cálculo seria feito usando os dados financeiros de um mês dividido do lucro líquido pelo faturamento. Assim, se obtém o valor da lucratividade.

Portanto, para se chegar ao número da rentabilidade da empresa de transporte divide-se o número do lucro da empresa pelo valor do investimento inicial, ou até mesmo pelo valor atual da empresa. O resultado percentual é o número da rentabilidade naquele período.

Como é a rentabilidade na empresa de transporte? 

Algo importante a se enfatizar é que há diferença na rentabilidade de empresas de transportes. Não esquecendo, é claro, que além da rentabilidade uma empresa de transportes é uma provedora de um direito social previsto na constituição brasileira: o direito ao transporte. 

Ou seja, as empresas de transporte tem diferença na rentabilidade porque seus recursos são provenientes de diversas fontes. 

Rentabilidade no transporte rodoviário de turismo

No transporte rodoviário de turismo, a rentabilidade está ligada à venda de passagens. No entanto, a busca por novos clientes deve ser constante. Isso significa que é essencial oferecer diferenciais para que novos clientes sejam conquistados.

Uma das formas de conseguir essa prospecção de clientes é ter pontos de venda de passagem com mais facilidades para os passageiros. Nesse aspecto, entram pontos de venda de passagem web, venda embarcada e ponto de venda de passagem automática. 

Em comum, todas essas modalidades tem a tecnologia. Afinal, o uso de ferramentas tecnológicas para facilitar tarefas do dia a dia é uma realidade. E os clientes buscam essas facilidades. 

Rentabilidade no transporte rodoviário urbano

A rentabilidade no transporte urbano, por sua vez, é mais complexa de ser calculada. Isto é, há muitos fatores que devem ser considerados. Muitos deles dizem respeito ao estado, como a definição do valor da tarifa, por exemplo.

O sistema de transporte público brasileiro tem ampla participação e interferência estadual. Sendo de responsabilidade municipal, primeiramente, a oferta do transporte de qualidade, segundo prevê a constituição federal de 1988.

Cabe ao estado, portanto, a decisão sobre como oferecer esse serviço à população. Sendo a escolha mais comum que haja uma concessão do serviço de transporte às empresas privadas. Fica sob responsabilidade do município, portanto, a disponibilização de estruturas na cidade.

A função da empresa de transportes, dentro desse cenário, é a gestão total do sistema. Em suma, as empresas de transporte rodoviário de passageiros administram o salário dos funcionários, manutenção e compra de veículos para a frota, despesas com combustível, etc.

Portanto, a rentabilidade no transporte rodoviário urbano tem maior aproveitamento quando a gestão de recursos da empresa é assertiva. Na prática, isso significa melhor aproveitamento da frota, manutenção em dia, assim como o estoque de peças para troca.

Afinal, os custos variáveis interferem na rentabilidade e a empresa não tem controle sobre o preço do serviço. Tampouco com a adesão do público ao transporte coletivo.

Estima-se inclusive que houve prejuízo de R$ 9,5 bilhões no setor durante esse período, segundo  levantamento Impactos da Covid-19 no Transporte Público por Ônibus” da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU).

7 dicas para a rentabilidade na empresa de transporte

1. Controle o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é o ponto mais importante da economia da empresa, seja ela de que ramo for. E por isso, é importante analisar tudo o que entrou e saiu dentro da planilha de gastos de um determinado período. 

Para ter um fluxo de caixa positivo, que consiga aumentar a rentabilidade da empresa, é preciso levar em conta todo o dinheiro que entra e sai dentro da empresa.

Para que essa conta seja o mais fiel possível da realidade da empresa, tanto os gastos fixos como as variáveis devem ser considerados e anotados. Lembre-se de calcular todas as saídas financeiras, desde o pagamento dos funcionários até o custo com multas e pedágios.

4. Reduza os custos

Uma maneira de aumentar a rentabilidade é cortar alguns gastos. Com a redução dos custos desnecessários da empresa, a margem de lucro aumenta. 

Outro benefício de diminuir os custos, é que é possível baratear o serviço oferecido. Que é uma boa estratégia para aumentar o número de clientes e garantir dessa maneira maior rentabilidade para a sua empresa de transporte.

Após essa análise, é possível ver por onde sai o dinheiro, e dessa maneira negociar valores e prazos com fornecedores ou até mesmo considerar a terceirização de serviços.

Afinal, em uma organização, existem os custos ocultos, que provém de atrasos, ineficiência de sistemas e até de uma má gestão. As despesas visíveis, ou seja, aquelas gastas com transporte, infraestrutura, pessoal, entre outros. 

Todos os valores devem ser analisados com atenção para garantir maior eficiência e evitar gastos desnecessários.

3. Aumente a produtividade

Para quem procura aumentar a rentabilidade da empresa de transporte, uma das dicas mais eficazes é aumentar a produtividade dos funcionários. Uma maneira de impactar os resultados positivamente é por meio da Gestão de Pessoas. 

Capacitar os colaboradores, garantir um bom ambiente de trabalho e motivar e recompensar seus colaboradores são algumas das medidas que ajudam a aumentar a produtividade dos funcionários.

4. Contrate um Software de Gestão

Um bom sistema de gestão é capaz de transformar positivamente a rentabilidade da empresa de transporte.  Com a utilização de um Sistema de Gestão Empresarial (ERP), é possível fazer a gestão completa de todas as informações de maneira integrada. Isso otimiza os processos de todos os setores da empresa.

Outro benefício garantido pelos softwares de gestão é a analise de dados. O que permite gerar relatórios para ajudar no planejamento estratégico de cada setor da empresa. Assim, fica mais fácil tomar decisões assertivas que colaborem para a rentabilidade da organização.

5. Avalie seus investimentos

Para aumentar a rentabilidade da sua empresa, é preciso dar atenção a todo o investimento feito para obter lucro. Dessa maneira, é necessário descobrir quanto cada processo operacional representa para o caixa. Um exemplo desse investimento é o marketing.

Analise com atenção tudo o que é gasto com a divulgação do seu negócio. A partir disso, verifique se tudo o que é feito para a divulgação dos seus serviços está gerando vendas. Com esses dados, é possível concentrar a renda destinada aos tipos de propagandas que realmente convertem em vendas.

6. Entenda o mercado e a concorrência

De nada adianta se profissionalizar e melhorar o atendimento e o serviço, se não estiver atento às tendências de mercado. É preciso analisar com a forma que o concorrente se posiciona. Bem como a maneira como a sua empresa pode se apresentar mais competitiva no mercado.

7. Invista no pós-vendas

Negligenciado por muitas empresas, a fidelização de clientes ajuda a analisar a experiência dos clientes. Assim, ajuda a aprimorar os serviços, acertar as pontas soltas e, é claro, fidelizar o cliente. 

Afinal, quanto maior a satisfação do cliente, mais fácil de aumentar as vendas de serviços. Garantindo, assim, maior rentabilidade para a empresa.

Como controlar a rentabilidade no transporte rodoviário? 

Uma maneira eficiente de fazer o controle assertivo sobre os custos e aumentar a rentabilidade da empresa de transporte é o ERP especialista. O gestor atento às novas tendências de mercado investe em tecnologia pra tornar o negócio mais competitivo.

A Praxio disponibiliza o sistema sob medida para a sua empresa, seja voltada para Urbano de Passageiros, Rodoviário de Passageiros, Fretamento e Turismo. 

Para o setor rodoviário, inclusive, a solução Praxio Luna, integrada ao ERP -Globus, auxilia na venda de passagens de maneira rápida e assertiva, para facilitar a compra do cliente e, devido à integração com demais setores, o setor financeiro também.

As Soluções Praxio utilizam de automação para otimizar todo o processo da sua operação sem a necessidade de intervenção humana.  Expert no mundo do transporte, com toda sua especificidade operacional.

Aumente a rentabilidade da empresa de transporte com as soluções Praxio. Converse com nossos consultores!