Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

Quer lucrar com turismo rodoviário? 6 insights para empresas de transporte

O turismo rodoviário passou por um grande contratempo em 2020 devido a pandemia, que decretou a quarentena, isolamento e posteriormente distanciamento social e a retomada parece ser promissora.

Com isso, o setor que anteriormente a pandemia movimentava cerca de 160 milhões de passageiros por ano, o que representa quase o dobro do aéreo doméstico, teve como resultado a redução de frotas, otimização de rotas e outras medidas afim de proporcionar mais segurança e confiança para os passageiros.

Segundo o “Relatório Impacto Econômico do Covid-19 – Propostas para o Turismo Brasileiro”, publicado pela Faculdade Getúlio Vargas (FGV) em abril de 2020, foi estimado um prejuízo para o setor turístico brasileiro de R$ 116,7 bilhões no biênio 2020-2021.

Ou seja, considerando que o transporte rodoviário corresponde por 17,37% deste mercado, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é possível ter dimensão do tamanho do impacto no turismo rodoviário.

Porém, a retomada parece promissora, com a ânsia da população de se locomover, tanto para o turismo como viagens de negócios que a um ano e meio tem sido adiadas o quanto possível.

Dessa forma, é preciso se preparar para o cenário promissor, e para isso, a empresa que investir em tecnologia e voltar a todo vapor tem mais chances de se estabelecer financeiramente no mercado nos próximos anos, em contraponto àquelas que não se mexerem para isso se adequar a modernidade.

1. Escala de veículos e motoristas

Se o seu intuito é conciliar as atividades de turismo com a de transporte de passageiros, é bom que você tenha a relação da disponibilidade dos seus motoristas e da sua frota.

Imagine, por exemplo, que você fechou um contrato de turismo para uma data que está prevista para a manutenção da frota, ou quando não haja motoristas disponíveis, seja por motivo de férias, afastamentos ou qualquer outra ocorrência de última hora?

Sem um controle exato da sua escala não será possível honrar com seus contratos e isso comprometerá a qualidade do seu trabalho e até mesmo a sua credibilidade frente ao mercado.

2. Controle financeiro

Uma empresa que atua no segmento de turismo possui uma série de contratos avulsos, com valores variáveis. A lógica é a mesma para qualquer negócio: se você não controla por onde entra o seu dinheiro, provavelmente você não saberá onde irá perder.

Por isso, ter o controle de todos os boletos parcelados ou à vista, pagos ou não, garantirá a sobrevivência do seu negócio. Não adianta desenvolver inúmeras planilhas facilmente adulteráveis, é importante ter dados confiáveis neste momento.

3. Controle de Comissões

É bastante comum que as empresas que possuem frotas destinadas ao serviço de turismo adotem parcerias comissionadas com agências ou operadores de viagem.

Isso garantirá que os pacotes fechados utilizarão os veículos da sua frota, o que resultará no dinheiro certo. Vale lembrar que estas parcerias são comissionadas e é preciso prever o valor exato deste tipo de repasse no financeiro.

Ter esse valor separado dará uma visão mais clara de quanto você realmente está lucrando com o serviço e, principalmente, fortalecerá a sua parceria com estes prestadores de serviço.

4. Serviço de encomendas pelo bagageiro do ônibus

É preciso buscar novas formas de faturar, e otimizar o bagageiro do ônibus é uma maneira inteligente de utilizar um espaço já existente, para garantir lucratividade. O TMS Encomendas, ferramenta integrada ao ERP Praxio, permite cotações online diretamente do seu site e amplia suas opções de vendas através dos e-commerces. Aqui você entende mais como pode otimizar a sua operação.

5. Gestão de venda de passagens

Um ponto fraco da operação, quando não otimizado, é a venda de passagens. Isso porque quanto mais pontos de vendas você disponibilizar para os passageiros, maior a chance de efetivar vendas.

Porém, fazer a gestão dos pontos de vendas, e controlar tudo o que recebeu pode ser um grande desafio. Com o Praxio Luna você integra todos os seus canais de vendas no mais moderno software para gestão de passagens rodoviárias.

A plataforma Luna faz a gestão comercial, operacional e financeira das suas vendas de passagens, garantindo a automatização de todo o processo de ponta a ponta, incluindo seus Programas de Fidelidade​

Além disso, traz como funcionalidade a Venda Embarcada, o que permite que o seu motorista realize vendas das passagens embarcadas.

6. ERP para integração e otimização

O software de gestão ERP Globus, da Praxio, é a solução para agregar em um único lugar todas essas funcionalidades já citadas. Referência no segmento, integra todas as áreas da empresa, escala de motoristas, e muitas outras funcionalidades, trazendo mais agilidade para os processos internos.

Se você está em busca de oportunidades lucrativas para expandir o seu negócio, não deixe de conhecer a nossa solução que além de gerenciar empresas de transporte rodoviário também conta com um módulo totalmente voltado para o segmento de turismo, abrangendo toda a operação e parte administrativa deste processo.

Entenda definitivamente como nosso sistema pode te ajudar a resolver os mais complexos desafios contando para um especialista o que você precisa! É do setor de turismo rodoviário? Então, entre em contato conosco e conheça todas as soluções do Globus.