Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

Gestão na empresa de fretamento com sistema especialista

A gestão na empresa de fretamento é um grande desafio aos empreendedores de mobilidade urbana, que visam aumentar o seu número de clientes e lucratividade, sem deixar de lado o alto nível de prestação de serviço.

Isso, entretanto, só é possível com a ajuda de um controle exato da operação como um todo, que pode ser viabilizado com tecnologia de gestão específica para o transporte rodoviário.

Oriundos da Quarta Revolução Industrial, estes softwares têm como função básica otimizar e automatizar todos os processos que, até então, eram ociosos ou propensos a um grande número de falhas humanas.

Por exemplo, o ERP, sigla para Enterprise Resource Planning. Entre outros benefícios, coleta e armazena todos os dados de todos os departamentos de uma empresa e os aloca em um único ambiente.

Assim, os gestores conseguem visualizar, de fato, qual é a real situação financeira da empresa e quais as melhores decisões a serem tomadas.

Esta característica faz muita diferença no dia a dia de qualquer empresa, principalmente para as PME de transporte, que lutam pelo seu espaço no mercado, mas precisam ser extremamente organizadas, concisas e assertivas em suas atividades.

Entre os cuidados que todo o gestor de frotas deve ter, destacam-se por exemplo:

  • Consumo de óleo diesel e outros combustíveis;
  • Gestão de consumo e troca de pneus;
  • Manutenção preditiva e preventiva da frota;
  • Depreciação dos veículos.

Nesse sentido, estes são os maiores custos da empresa de transporte, independente de seu tamanho e nicho de mercado.

O controle do consumo de combustível é fundamental, no caso das PMEs de transporte. Além disso, é preciso que a frota esteja com a manutenção em dia, para maior disponibilidade e oferta.

Gestão na empresa de fretamento: o que é isso?

Segundo a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos de São Paulo (STM), fretamento é a modalidade de transportes realizada por empresas constituídas e registradas regularmente nos órgãos competentes, que transportam pessoas para destinos preestabelecidos.

Em uma definição mais ampla, é também a modalidade de transporte que não cobra passagem individual, realizando toda a movimentação de pessoas por ônibus ou micro-ônibus.

Assim, os contratos destas empresas de fretamento são específicos, com itinerário preestabelecido com a contratante, não caracterizando transporte aberto ao público em geral.

O fretamento divide-se em algumas modalidades, a saber:

  • Contínuo: contratado para o transporte frequente de pessoas com origem e destino pré-determinados. Por exemplo: funcionários de indústria, estudantes universitários, etc.;
  • Eventual: como o próprio nome sugere, é a modalidade que transporta pessoas esporadicamente, devido a alguma ocasião especial. Por exemplo: grupos de excursão, shows, eventos esportivos, entre outros.;
  • Próprio: quando a empresa realiza o transporte de seus funcionários para a sua fábrica ou escritório, mediante ônibus ou micro-ônibus. Comum em empresas localizadas fora das metrópoles, com funcionários residentes nas capitais.
  • Escolar: o transporte fretado escolar é aquele destinado aos alunos da pré-escola ao nível superior, ou de cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). Pode ser realizado por pessoa física ou empresas, através de peruas, micro-ônibus e ônibus.

Gestão na empresa de fretamento

Realizar a gestão do fretamento de uma empresa é uma tarefa extremamente árdua e complexa, que exige a implementação de softwares inteligentes de gestão para uma melhor performance do trabalho.

Existem alguns parâmetros que são levados em conta durante a gestão de fretados, a saber:

  • Cadastro de veículos: considerado base de rotina para todos os processos comerciais de uma empresa de transportes;
  • Controle Financeiro: averiguar tudo o que ocorre no setor que é o coração de toda empresa, com contas a pagar, receber, fluxo de caixa e despesas;
  • Emissão da Ordem de Serviço: essencial para o controle de viagens e financeiro;
  • Controle de Compras: registrar todos os produtos adquiridos e os que constam em estoque.

Como um software especialista pode ajudar na gestão de transporte fretado?

O uso de um software especialista em gestão faz toda a diferença na rotina de sua empresa de transportes.

Nesse sentido, o ERP é uma das principais soluções buscadas por diversas empresas de segmentos distintos, dada a sua praticidade e alto índice de redução de custos, somados com um vertiginoso aumento de produtividade.

No caso do ERP Passageiros, da Praxio, temos a disposição um dos poucos softwares do mercado capazes de gerir todos os dados “backoffice” de uma empresa, tais como:

  • Financeiro;
  • Recursos Humanos;
  • Fiscal;
  • Contábil;
  • Etc.

Além disso, possibilita a coleta e armazenamento, em tempo real de dados logísticos de sua empresa.

O ERP Passageiros consegue armazenar, unificar e agregar os seguintes dados:

  • Manutenção e disponibilidade da frota;
  • Consumo de óleo diesel e outros combustíveis;
  • Gestão do consumo de pneus e períodos de troca;
  • Roteirização de melhores trajetos, tanto em fretamento contínuo como eventual.

E mais: todos os dados tornam-se disponíveis para todos os setores de sua empresa de transporte.

Se interessou? Solicite uma demonstração de nosso software de gestão com a nossa equipe de vendas!