Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

Roderotas.com reduz custos de manutenção da frota com automação em tempo real

Descubra como a roderotas.com deixou de lado processos manuais para investir na automação em tempo real com ajuda do ERP Praxio Passageiros. Assim, reduzindo custos de manutenção da frota!

O que você vai aprender neste case?

ERP (Enterprise Resource Planning), ou  “Planejamento dos recursos da empresa” em português, são softwares que integram todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. Nesse sentido, a solução da Praxio foi importante para uma tradicional empresa de ônibus de transporte rodoviário otimizar suas operações.

Aqui, você vai conferir como a tecnologia foi capaz de auxiliar os processos de manutenção da frota obtendo redução de 50% custos de manutenção da frota

Sobre a Rotas de Viação do Triângulo

A Rotas de Viação do Triângulo, empresa que compõe o Grupo Rotas desde 2001, teve sua atividade iniciada com duas linhas interestaduais de ônibus: de Cuiabá a São Paulo e de Porto Velho a São Paulo.

Em 1991, expandiu sua atuação ao implantar linhas interestaduais diárias e, em outubro de 2015, obteve licença operacional para atuar em diversas linhas nos estados de Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Paraná, Distrito Federal e Mato Grosso.

Em 2017 a empresa passou a ter o nome fantasia de RODEROTAS.COM, que associa conectividade à tradição da marca.  Além da roderotas.com, outras duas empresas compõem o Grupo Rotas.

Em entrevista realizada com Wilton dos Santos Cardoso, COO & CIO no Grupo roderotas.com, que você confere abaixo, o profissional descreve a importância e os resultados do uso da tecnologia para gestão de custos de manutenção da frota.

Os desafios

Quais eram as dificuldades que a roderotas.com encontrava antes de conhecer o ERP Praxio?

Wilton Cardoso:

Nossa maior dificuldade era no controle e na integração das informações referente a parte de Oficinas e Materiais: Manutenção, Estoque, Compras, Pneus e Combustíveis.

O sistema naquele tempo gerava informações, mas não tínhamos o controle necessário para nossa operação. A parte financeira e fiscal funcionava a contento, mas na operação, na manutenção especificamente, deixava a desejar. No estoque, o sistema fazia, basicamente, o lançamento das notas fiscais.  Não havia como apropriar corretamente um veículo, ou mesmo a gestão dos componentes. Era só lançamento de notas. Não era possível ter acesso, ou mesmo criar, nenhum tipo de relatório de forma automatizada.

Ainda usávamos muita planilha e não era difícil encontrar informação equivocada, como média de km/litro errada, por exemplo. Quando a análise tinha que ser feita por diferentes localidades, a dificuldade era ainda maior. A gente tinha muita dificuldade de apurar o dado.

A solução!

Como ficou conhecendo a Praxio?

Wilton Cardoso:

Quando a empresa entendeu a necessidade urgente de implantar um sistema que entendesse da operação do transporte e a especificidade das questões ligadas a manutenção da frota, buscou informações com usuários de vários sistemas para decidir.

O interessante foi descobrir que as informações estavam mesmo dentro de casa. A indicação da Praxio veio de usuários do sistema. É que dois dos nossos funcionários (um da TI e outro do comercial) já tinham trabalhado com o ERP da Praxio noutras empresas do mesmo segmento e apontaram que seria a solução que estávamos buscando. Portanto, procuramos a Praxio e iniciamos o projeto.

Qual o maior diferencial do ERP Praxio em relação a concorrência?

Wilton Cardoso:

O maior diferencial da Praxio está na especialização na operação, porque implantar o backoffice é relativamente mais simples. É feijão com arroz. Na operação, os sistemas (mais generalistas) que vemos por aí sempre acabam por necessitar uma, ou outra, integração para fazer acontecer. Dessa maneira, acaba deixando o processo de implantação mais lento e a integração muito complexa. O conhecimento da Praxio no negócio supriu essa dificuldade. Hoje, o ERP da Praxio nos possibilita ter as informações de todas as áreas da empresa num ambiente único.

Além disso, é fácil de mexer. Depois que implantamos, ninguém do time imagina voltar ao passado, ou tentar quaisquer outros sistemas diferentes. É muito prático para o usuário e isso ajudou muito na consolidação do uso do sistema pela empresa. Porque não adianta ter o sistema implantado e não convencer o uso pelo time. Com o ERP Praxio foi tranquilo. O sistema é intuitivo e simples. E tem a cara do nosso segmento.

Ter um sistema 100% integrando todas as nossas áreas, possibilitou diversos estudos e a criação de todos os indicadores de gestão da empresa. Iniciamos pela parte da manutenção, mas hoje, os demais gestores das áreas já contam com a ajuda do nosso time para a criação de seus próprios painéis de gestão. Ou seja, estamos com tudo organizado, possibilitando até mesmo a mudança comportamental de todo time, incluindo os motoristas. Eu sei tudo que está acontecendo. Onde temos dificuldade, onde a meta não está de acordo.

Custos de manutenção da frota

Quais resultados você alcançou usando o ERP Cargas e Logísticas da Praxio?

Wilton Cardoso:

Após cerca de 12 meses da implantação do ERP, já conseguimos medir resultados. Assim, criamos uma série de indicadores que nos permitem acompanhar tudo, diariamente, quase sempre em tempo real.

A organização dos indicadores nos possibilitou identificar falhas em alguns processos. Isso reduziu gastos com pagamentos de horas extras, trouxe melhorias no rendimento do combustível e nos possibilitou criar ações de melhorias no time de motoristas. Agora, temos informações corretas que chegam por motorista, por carro e por linha.

Também analisamos incidentes e avarias de uma forma muito minuciosa. Dessa forma, a gente passou a entender todo o comportamento desses acidentes e avarias de forma tal que conquistamos um plano de ação para cada indicador que não esteja em conformidade.

Com o ERP da Praxio, começamos a ter um controle maior da manutenção (oficinas, compras e estoque) e verificamos que gastávamos muito dinheiro em coisas que não precisávamos de fato.

Por meio dos dashboards (painéis de indicadores), conseguimos entender exatamente quais os motivos dos ônibus irem parar na oficina. Nesse sentido, conseguimos ir no detalhe das avarias, cobrar do responsável, o que tem gerado economia para a empresa.

Os investimentos na manutenção também são mais assertivos. Aplicamos recursos onde há necessidade, isso tem sido positivo para a empresa e para o nosso cliente final, o passageiro.

Cerca de 6 meses após o início de todo esse controle, tivemos uma redução de 50% nas quebras em relação ao início deste ano. Isso significa mais disponibilidade da frota.

Temos um sistema que fornece as informações para a tomada de decisão. O controle já faz parte da cultura. Assim, o time entendeu que é preciso usar bem o sistema, desde o momento da entrada da informação. Isso é usar bem o sistema. O valor pago mensalmente passa de custo para investimento.

Por que recomenda a tecnologia da Praxio?

Wilton Cardoso:

Chama atenção o relacionamento. Temos uma proximidade muito grande. É fácil lidar com a Praxio. Além disso, senioridade da equipe é muito grande e isso facilita. Não vejo outro software que tenha essa característica.