Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

Troca de ERP: como a Viação Santa Cruz mudou o sistema

A maioria das empresas de transporte rodoviário já conta com um sistema ERP na operação. Mas nem sempre o sistema consegue atender às demandas ao longo de muitos anos. É o caso, principalmente, de sistemas generalistas, cuja evolução tecnológica não acompanha o movimento de um setor específico.

Sabemos que uma troca pode gerar diversos impactos negativos. Por isso, é importante saber exatamente a hora certa de agir.

Entenda por que a Viação Santa Cruz substituiu um sistema generalista, utilizado por mais de 10 anos, confiando toda sua operação na tecnologia especialista da Praxio. Descubra como a implantação do ERP Praxio em nuvem reduziu custos com infraestrutura e minimizou questões de segurança de dados e backups. Além disso, saiba como o novo contexto mundial acelerou o processo de implantação 100% remota do ERP Globus, reduzindo significativamente os custos de deslocamento, mesmo mantendo todo o cronograma de entregas.

Sobre a Viação Santa Cruz:

A Viação Santa Cruz é uma empresa que se reinventa para garantir viagens com conforto e segurança a todos os passageiros. Sua história começa na década de 50, quando o empresário Eugênio Mazon inaugurou o sistema de transporte coletivo na região da Baixa Mogiana, serviço que foi sendo expandido para outros municípios do interior de São Paulo e Minas Gerais.

Abaixo, você confere o resultado do encontro que tivemos com João Paulo Assi, Gerente de Tecnologia da Informação, Projetos e Inovação da Viação Santa Cruz.

Parte da frota da Viação Santa Cruz.

Os Desafios: Fim da aderência ao negócio

Quais eram os desafios que a Viação Santa Cruz vivia no momento que decidiu trocar de ERP?

Nossa grande questão foi ter migrado uma operação que atuava em diversos segmentos para o foco no Transporte Rodoviário de Passageiros. Pelo período de 12 anos, tivemos um ERP que foi escolhido pela possibilidade de atendimento às diferentes operações, como concessionárias, imobiliárias, entre outros projetos.

Em 2014, iniciamos o processo de reestruturação. Foram vendidos alguns negócios, a fim de que tivéssemos o foco exclusivo no Transporte Rodoviário de Passageiros.

Eu tinha dois caminhos para seguir: ou revisava o ERP que tínhamos, ou mudava de software. Havia um sinal claro que o aquele que usávamos já não tinha aderência ao nosso negócio. Para manter o software anterior, eu teria que fazer uma nova implantação de um ERP que não me atendia 100% no transporte.

O sistema é amplo, tem soluções para todos os ramos, porém nada muito específico, como as partes fiscais que faltavam. Fizemos uma listagem de muitas coisas que teríamos que desenvolver, mas que já estavam prontas no ERP da Praxio.

Quando estourou a pandemia foi o momento da grande reestruturação, e ficou mesmo evidente que precisávamos de ERP especialista e exclusivo do setor. Isto é, 100% focado na operação que escolhemos trabalhar.

Solução: Troca para um ERP Especialista no Setor

Como conheceu a Praxio?

A maioria do mercado – muitos são meus amigos – já utiliza o ERP da Praxio há muitos anos, então não tivemos dúvida ao escolher a Praxio como ERP especialista no transporte rodoviário.

Conheci a Praxio em 2010, quando percebi que precisaria de customizações no ERP que então era usado, a fim de orientá-lo para a operação do Fretamento, que envolvia a gestão de mais de 400 carros.

Infelizmente, naquele momento, tínhamos realizado um forte investimento na aquisição daquele software. E não fazia sentido ter dois ERPs operando juntos, mesmo que já tivesse ficado claro que a Praxio nos oferecia recursos mais específicos para o segmento do Transporte.

De lá para cá, tenho acompanhado os movimentos da Praxio. Sempre tive contato com o pessoal da empresa em eventos e encontros. Quando pensava na operação do segmento do transporte, a ideia da mudança de ERP para Praxio sempre acontecia.

Para a decisão final, liguei, como disse, para quatro empresas perguntando sobre o software, e não tivemos dúvidas quanto à escolha de um novo ERP.

A Troca de ERP

Como tem acontecido o processo de troca/implantação das soluções Praxio?

O processo de implantação começou no final de agosto, em plena pandemia e com um formato 100% remoto. Confesso que se não fosse a pandemia eu não seguiria dessa forma. Mas está dando certo e meu time de colaboradores está bem satisfeito com o atendimento de suporte que estão recebendo da Praxio.

É verdade que há momentos que a internet na casa das pessoas dificulta um pouco, mas o processo como um todo funciona. O melhor jeito seria o híbrido, tendo uma parte remota e outra local, mas como nessa situação não é possível, estamos progredindo desta forma.

Estamos muito satisfeitos com o relacionamento que estamos desenvolvendo com o time da Praxio. O pessoal do suporte entende rapidamente as dúvidas e nos deixa seguros. Eles são analistas especialistas no negócio do transporte. A gente sente que falam a nossa língua.

Resultados: Novas Soluções e Redução de Custos com a Nuvem

Quais resultados já consegue identificar?

Além de organizar a gestão dos nossos processos – incluindo as possibilidades dos novos produtos além do ERP, – como o Afere Fácil para a automação na gestão dos pneus, e o Manu360 para a visualização dos processos da oficina, – a mudança nos possibilitou a migração para a nuvem, o que gerou uma economia muito grande.

Com o ERP anterior, eu precisava manter os servidores, renovar a estrutura dos equipamentos de forma constante, porque a opção de nuvem que eles ofereciam tinha um custo muito elevado. Então eu deixava tudo dentro de casa.

Com a nuvem da Praxio, além de possibilitar redução de investimentos financeiros, fez com que eu não mais me preocupasse com a estrutura física dos equipamentos e segurança dos backups. Tenho certeza que fizemos a escolha certa.