Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

Gestão integrada para transporte: por que ela é tão importante no setor urbano?

A falta de planejamento no setor de transportes urbanos pode resultar em grandes perdas financeiras para as empresas. Por isso, elaborar estratégias para uma eficiente gestão de recursos é essencial para garantir a lucratividade na operação de transporte de passageiros.

Nesse sentido, investir em um sistema de gestão integrada específico para o segmento garante a assertividade dos processos. Afinal, ao integrar todos os setores da empresa em um único software, o gestor passa a enxergar a organização como um todo. Além disso, passa a ter o controle 360º da operação.

O ERP – sigla para Enterprise Resource Planning – cruza todas as informações dos diferentes departamentos da empresa, integrando as áreas administrativas, financeira, oficinas, materiais, escala urbana de motoristas e tudo o que é relativo à rotina do transporte rodoviário de passageiros por vias urbanas.

Com todos os dados a vista, fica mais fácil analisar as informações, garantindo benefícios como a melhoria da qualidade do serviço oferecido, uma vez que a otimização traz como benefícios a economia de tempo e custos, além da automatização de processos – o que também reduz falhas ao tratar de dados.

Por isso, confira algumas vantagens de investir no sistema de gestão integrada para o transporte.

Gestão exata de processos

Sabemos que o maior risco financeiro para a empresa de transporte urbano é errar na operação. Isso porque a composição de tarifas, bem como algumas responsabilidades no transporte, é determinada pela prefeitura.

Nesse sentido, estão entre os custos da empresa de transportes, a saber:

  • Mão de obra;
  • Veículos;
  • Garagem;
  • Sistemas;
  • Estações;
  • Terminais;
  • Impostos;
  • Seguros;
  • Despesas.

Além de outros itens de custos que variam de acordo com a quilometragem, como combustível e pneus. Portanto, ter essas informações registradas e controladas com exatidão é imprescindível para empresas deste setor.

Isso significa saber exatamente qual é o custo por quilômetro de cada um dos veículos da frota, por exemplo. Bem como os motoristas mais produtivos, do mesmo modo.

Assim, ter dados sobre a operação, com exatidão e rapidez, é um dos maiores benefícios da tecnologia ERP para empresas de transporte rodoviário urbano.

Lembrando que, quanto maior a oferta, maior será a quilometragem percorrida. O que exige, portanto, mais veículos e mão de obra.  

O software de gestão integrada para o transporte permite automatizar boa parte da operação, pois tudo é computado e armazenado no sistema.

Dessa forma, o processo é aprimorado, potencializando os resultados ao garantir agilidade ao mesmo tempo em que viabiliza a economia de recursos.

Integração entre frota e backoffice

Outro processo que merece atenção redobrada pelos gestores da empresa de transporte é quanto à integração entre departamentos. Principalmente levando em conta a especificidade da operação de transporte.

Por exemplo, escala e ponto dos motoristas precisam estar alinhados com o RH. Do mesmo modo, informações sobre a bilhetagem devem ser repassadas ao financeiro.

É por isso que a centralização de dados em um único sistema é importante – para facilitar a manipulação de dados e agilizar processos que envolvem mais de uma área.

Nesse sentido, quando falamos de economia e gestão de custos, um dos pontos que mais requerem a integração para o controle de processos é a oficina e o setor de compras e estoque.

Afinal, é preciso pensar no controle de insumos para a manutenção, a fim de evitar compras desnecessárias, bem como impostos desnecessários com equipamentos parados no estoque. Minimizar gargalos e falhas garantindo a integração entre áreas também é um dos benefícios do ERP.

BI

Com o sistema de gestão ERP, é possível verificar diversas informações sobre a operação, e ter dados em tempo real sobre diversos processos. Além disso, é possível cruzar informações, e ter toda a visão de desempenho da empresa – o que pode ajudar em decisões gerenciais.

Nesse sentido, é possível integrar ao ERP um eficiente sistema de Business Intelligence específico da operação de transporte, uma vez que os dados podem ser extraídos pelo ERP e analisados pela plataforma integrada.

Assim, é possível ter em mãos dados como o gasto efetivo por veículo, bem como verificar as variáveis dos ônibus da frota. Por exemplo, qual modelo consome mais combustível.

O ERP também permite analisar as rotas, o peso transportado em cada viagem, forma de direção do condutor e tipo de veículo. Fatores que interferem diretamente no consumo médio de combustível em cada ônibus.

Administrativo na palma da mão

Para muitos gestores, controlar a parte administrativa e contábil da empresa de transportes é um grande desafio. Isso porque pode ser complicado conseguir entender as obsoletas planilhas, feitas por diferentes funcionários, cada um com um método de aplicação.

O sistema de gestão integrada automatiza toda a área financeira, contábil e de recursos humanos da empresa de transporte, facilitando todo o processo de contas a pagar e a receber, controle bancário, gestão de contratos e cartão de crédito, previsão orçamentária, escrituração fiscal e ativo imobilizado.

Um dos benefícios garantidos pela ERP é a gestão de escala de motoristas, veículos e cobradores, ajudando na logística de funcionários e evitando multas por excesso de horas trabalhadas ou possíveis ações trabalhistas.

Na área de recursos humanos, o gestor conta com uma ferramenta completa que facilita a folha de pagamento e frequência de cada colaborador, apontamento de horas, férias e ponto virtual.

ERP Praxio

Para quem está à procura de um sistema de gestão integrada para transporte, o ERP Passageiros é uma boa alternativa. Além de ser líder no segmento, entende por completo a operação de transporte urbano.

A Praxio, empresa especialista em soluções tecnológicas para o segmento, atua no mercado há mais de 30 anos, sempre renovando suas soluções tecnológicas para o segmento de transporte, e garantindo o bom atendimento, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

O ERP é o sistema mais completo para a gestão total e integrada da empresa, desde o controle financeiro e fiscal, RH e gestão de pessoas, até a operação (e sua legislação) específica, passando pelo controle de oficina e materiais.

Entre em contato com a Praxio e saiba como a gestão integrada para o transporte traz inúmeras facilidade para o seu negócio.