Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

10 formas de economizar com um ERP de gestão integrada para transporte

A gestão de custos em uma empresa de transporte demanda um cuidadoso planejamento, bem como o controle de recursos, projetos de melhoria e metas bem alinhadas entre todos os departamentos.

Isso porque economizar nesse segmento é o mesmo que integrar processos e garantir ao máximo a eficiência operacional. Nesse sentido, a tecnologia é uma grande aliada para empresários e gestores que tem como objetivo reduzir gastos e aumentar a produtividade.

Mas afinal, em meio a tantos processos específicos, decisões e setores, qual é a tecnologia certa para garantir a saúde financeira na empresa de transporte?

Neste blog post, vamos abordar uma solução muito utilizada no mercado atualmente, responsável pelo controle integrado de rotinas administrativas, processuais, financeiras e da própria operação: o sistema ERP.

Vamos lá?

O que é ERP?

Sigla para Enterprise Resource Planning, o ERP se trata de um sistema que centraliza dados de toda a operação em um único local, que pode ser armazenado em nuvem. Dessa maneira, o software permite a integração entre todas as áreas da empresa.

Além disso, o ERP pode automatizar diversas etapas da operação, uma vez que todo o controle, cálculo e registro é feito diretamente no software, eliminando a necessidade de planilhas e processos totalmente manuais.

Com o ERP, a gestão é feita com inteligência tecnológica. Assim, os dados podem ser acessados de forma simples e intuitiva, portanto, dinamizando a relação entre gestores, facilitando a rotina empresarial e tomadas de decisão.

Quer saber como o ERP pode ajudar a empresa a gastar menos e transformar a empresa de transporte? Reunimos abaixo os 10 principais benefícios:

1. Gestão de oficina e materiais

Quem trabalha com transportes sabe a importância de manter os veículos da frota com a manutenção em dia. Afinal, ter um único veículo fora de circulação pode afetar toda a operação e, portanto, pesar no bolso.

O ERP de gestão integrada para transporte traz como grande diferencial o controle total da frota, desde a gestão exata de consumo de combustível, bem como de pneus.

Há também a possibilidade de gerenciar no sistema o que há em estoque, e integrar essas informações com o departamento de compras. Assim, tornando o processo de compra e armazenagem muito mais eficiente, evitando desperdícios e taxas decorrentes da estocagem.

O ERP também permite a interoperabilidade de sistemas, isto é, a integração com plataformas que também otimizam algumas etapas da operação. O sistema de gestão de oficina, por exemplo, permite o acompanhamento e controle de cada Ordem de Serviço.

Nesse sentido, mesmo detalhes da operação podem ser otimizados, resultando em verdadeiros casos de sucesso quando o assunto é controle da operação como um todo.

2. Informação em tempo real

Que a internet revolucionou os campos de trabalho em todo o mundo, não é novidade. Ainda assim, já imaginou tê-la como aliada para acompanhar dados em tempo real, o que pode auxiliar em decisões gerenciais?

Afinal, com a possibilidade de extrair dados sobre toda a operação de forma integrada, fica mais fácil tomar decisões baseadas em análises, uma vez que são geradas pelo próprio software de gestão. Nesse sentido, é possível avaliar situações ou até resolver problemas   

Por centralizar as informações em uma única ferramenta, o gestor pode enxergar de uma só vez tudo o que acontece dentro da empresa, economizando tempo e minimizando erros – que acabam refletindo nos gastos empresariais e escoamentos financeiros desnecessários.

3. Adeus, retrabalho!

A falta de eficiência gerada pela ausência de comunicação entre setores é uma das principais causas do retrabalho dentro das empresas. O que, portanto, acaba ocupando o tempo e gastando a energia dos colaboradores.

O ERP de gestão integrada para transporte é responsável por reunir toda a informação em um só lugar, que passa a ser controlado e integrado com todos os departamentos envolvidos. Isso não apenas facilita a gestão, bem como auxilia na coordenação de processos dentro da empresa de transporte.

4. Otimização de processos

Acelerar processos é um dos principais benefícios garantidos pelo ERP de gestão integrada para o transporte. Isso porque o software permite padronizar as ações dentro da empresa. Assim, garantindo rapidez e eficiência e aumentando a produtividade da equipe.

Com o ERP, qualquer colaborador pode acessar as informações necessárias para otimizar seu processo de trabalho, já que todos os dados estão unificados, diminuindo os ruídos de comunicação.

5. Integração com o governo

Os órgãos públicos também estão se modernizando. Por isso, é preciso estar com as rotinas jurídicas e fiscais em dia. Com a ajuda do ERP de gestão integrada para transporte, por exemplo, é possível estar integrado com as principais plataformas do governo, tal como o SEFAZ, responsável por emitir bilhetes de passagem eletrônicos.

Além disso, a integração automática permite que, quando os sistemas do governo apresentem qualquer falha, a operação não seja pausada. Por exemplo, quando o SEFAZ para de funcionar, muitas vezes é preciso fazer uma reintegração manual quando o sistema retorna.

Com o ERP especialista no transporte rodoviário, isso não é necessário, uma vez que o próprio sistema já possui integração nativa e, portanto, faz essa etapa automaticamente.

6. Automatização de processos

Conforme mencionado no item anterior, a automatização é um dos pontos fortes do Sistema de Gestão Integrada. Isto é, permite que muitos dos processos sejam feitos pelo próprio sistema, dispensando intervenção humana – o que reduz erros e dispensa equipes muito grandes.

7. Torre de controle operacional

Imagine ter um serviço como torre de controle na empresa de transporte? Uma vez que o sistema de gestão integrada está implementado, é possível monitorar grandes operações com facilidade, otimizando tempo e garantindo processos mais assertivos.

Um deles, por exemplo, está relacionado ao plantão rodoviário, uma vez que o próprio sistema permite o controle de escala de veículos e motoristas em todos os terminais, seja urbano ou rodoviário (turismo).

8. Controle de indicadores de performance

O software de gestão integrada traz como diferencial a possibilidade de o gestor ter acesso a uma plataforma especialmente voltada a Business Inteligence (BI) para transporte. Assim, podendo analisar o desempenho da empresa por meio da lucratividade de cada cliente e o resultado de cada veículo individualmente.

Esses dados permitem tomar decisões mais seguras e de forma rápida, prevenindo assim problemas futuros ou gastos desnecessários.

Com uma solução de BI voltado ao transporte rodoviário, é possível cruzar e analisar diferentes informações sobre a operação, por exemplo: recebimentos, pagamentos e inadimplências, receita por volume de remetente, custo por veículo, combustível por veículo, valores da arrecadação/bilhetagem, entre outros.

9. Controle financeiro

Do mesmo modo, o ERP de gestão integrada para o transporte disponibiliza uma ferramenta de controle financeiro inteligente, que traz funções como o controle do faturamento com regras pré-definidas, acerto de viagens com o motorista, controle de diárias, integração com bancos, contas a pagar e receber e fluxo de caixa.

Nesse sentido, com todas essas funções ao alcance de apenas um clique, o setor financeiro consegue enxergar tudo o que entra e sai da empresa rapidamente.

10. Auxilio para o RH

Problemas com a lei dos motoristas podem gerar grande desfalque para as empresas. Por isso, vale a pena ressaltar os benefícios da ERP em relação ao setor de Recursos Humanos.

Isso porque o software controla o dia a dia dos motoristas, fazendo o apontamento de horas com ponto eletrônico (Ponto Virtual), férias e folha de pagamento. Portanto, evitando futuros processos trabalhistas, por exemplo.

Qual ERP contratar?

Em conclusão, os benefícios trazidos pela ERP mostram que vale a pena o investimento financeiro em ferramentas de gestão, não é mesmo? No entanto, para que o resultado seja efetivo e valha a pena, o melhor é buscar no mercado fornecedores especializados na área, que, portanto, trazem um software de gestão sob medida para o setor de transportes.

É o caso da Praxio, que há mais de 30 anos traz soluções feitas para o setor de transporte. O ERP Passageiros é referência e líder no segmento, o mais completo e o que melhor integra todas as áreas da sua empresa, independentemente do tamanho do seu negócio.

Por isso, utilize a tecnologia ao seu favor, garantindo a eficiência da sua empresa de transporte, cortando gastos desnecessários, otimizando e automatizando processos. Entre em contato conosco e veja como o investimento pode transformar a sua empresa.