Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

5 dicas para uma eficiente gestão de manutenção da frota

A segurança dos passageiros e dos colaboradores é uma das principais preocupações de quem está à frente de uma empresa de transporte de passageiros. Por isso, a gestão de manutenção da frota de ônibus é tão importante.

Com os veículos que compõe a frota em ordem, o gestor evita ocorrências indevidas e acidentes provocados por uma manutenção mal feita. Assim, desde o cuidado com a troca de pneu e óleo, até danos no motor, a manutenção da frota de ônibus ajuda ao gestor a identificar problemas a pequeno e longo prazo.

Manter a manutenção da frota de veículos da empresa de transportes de passageiro pode evitar um grande transtorno no futuro. Para te ajudar a evitar riscos e gastos futuros, mostramos dicas de como manter a frota em ordem.

Manutenção periódica

Acompanhar com antecedência tudo o que diz respeito aos veículos que compõem a frota é o primeiro passo para garantir a segurança dos veículos, e a melhor maneira é realizando a manutenção periódica dos ônibus.

Muitos vêm isso como um gasto desnecessário. Entretanto, essas manutenções periódicas evitam danos no veículo, garantindo que estejam em ordem para rodar normalmente, sem oferecer nenhum risco mecânico.

Mão de obra qualificada

Ter um mecânico de confiança, vai além do que buscar alguém que ofereça o melhor preço. Afinal, quando o assunto é segurança, é preciso contar com um bom profissional qualificado para as correções nos veículos.

Além da preocupação com quem arruma os ônibus que compõem a sua frota, é importante investir em uma boa equipe de motoristas para a sua empresa de transporte de passageiros.

Profissionais capacitados cuidam melhor dos veículos e evitam condutas que podem danificar a mecânica, evitando trocas precoces de peças automotivas.

Faça um checklist

Uma dica para uma eficiente gestão de manutenção da frota para o gestor é manter um checklist de manutenção para cada veículo.

Ele ajuda a organizar as demandas de cada veículo, como a data de troca periódica de componentes.

O checklist pode trazer questões como calibragem e troca de pneus, verificação de óleo, freios, entre outros quesitos.

Para cada uma dessas ações, é possível contar com sistemas que automatizam essa tarefa, ideal para frotas médias e grandes, conforme veremos mais a frente.

Compra de peças

Existem duas formas de comprar peças: quando se fazem necessárias, ou para manter um estoque. Cada gestor precisa identificar a melhor maneira para a sua empresa de transportes de passageiros, principalmente dependendo do produto.

Quando se mantem um estoque, fica mais fácil negociar preços por comprar em quantidade, e sempre que necessário, as peças já estão disponíveis para a reposição, diminuindo o tempo ocioso do veículo.

Porém, isso demanda espaço para o armazenamento de produtos, por exemplo. 

Já quando o gestor opta por comprar quando é necessário, não é necessário manter um estoque de peças. Ainda assim, o veículo acaba mais tempo parado esperando a reposição da peça para a troca.

A escolha de modelo vai depender de inúmeros fatores, como espaço de armazenamento, tamanho da frota, e é claro, controle de compras integrado ao estoque a manutenção.

A escolha da melhor forma é determinada por cada gestor, que precisa verificar na prática a melhor forma de atuação.

Contrate um sistema de gestão integrada

Entre outras vantagens, o software de gestão integrada ERP Passageiros, da Praxio, disponibiliza módulos direcionados a oficina e materiais, que garante controle total da frota de veículos, monitorando aspectos como, por exemplo:

  • Reposição de peças
  • Controle de abastecimento e combustível
  • Aferição de Pneus
  • Estoque
  • Compras
  • Controle de componentes e fluidos
  • Etc.

Além disso, a plataforma de gestão disponibiliza integração com o Manu 360, que auxilia na gestão de manutenção da frota. Ou seja, na organização de trabalhos de reparo e prevenção da frota de veículos.

Todas as atividades relacionadas à manutenção dos ônibus são reportadas por esse sistema para gestão de oficinas, como status, horário e atividades realizadas em trabalhos de funilaria, pintura, eletrônica, elétrica, mecânica diesel, mecânica de trólebus e limpeza, por exemplo.

Assim como integração com o 99Kote, e-commerce para compra de peças, o ponto de encontro do comércio eletrônico para a compra e venda de peças e serviços para frota de empresas de transporte.

Se interessou? Entre em contato com a Praxio e peça uma demonstração do ERP e suas integrações para facilitar o operacional da empresa de transporte