Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

Transporte sob demanda: o que é e quais as tendências no mercado brasileiro

Por que os serviços on demand são tendência no mercado em tantos setores? No português, serviços sob demanda são aqueles que acontecem de forma pontual. Eles acompanham a onda da personalização, em que os clientes acessam ou contratam o serviço de onde precisam e na hora mais oportuna.  

Ou seja, em uma época em que a facilidade e a qualidade são as palavras de ordem, as formas de consumo e o modo de agir não apenas dos brasileiros, mas de pessoas do todo o mundo, fazem com que o mercado – especialmente o de tecnologia – movimente esforços para soluções que auxiliam cada vez mais a rotina neste sentido.  

É por isso que o ideal on demand se aproxima cada vez mais das mais diferentes áreas de negócio. E uma delas é o transporte coletivo.  

Neste artigo, você entenderá melhor como funciona o transporte sob demanda no Brasil e o que essa tendência pode oferecer para a sua empresa. 

Vamos lá! 

O que é on demand

Quando se fala em serviço sob demanda, logo vem à mente o contraste do que vivemos em 2020 em relação ao que eram os serviços até a década de 2000.  

Isto é, para ver um filme ou programa de TV, era necessário conferir a programação de canais de televisão. Acompanhar um programa específico exigia estar em frente à TV no horário indicado.  

O mesmo acontecia para ouvir uma música em dispositivos móveis. Sem a tecnologia em nuvem, era preciso transferir arquivos MP3 ao aparelho. Tudo isso de forma manual. E nem vamos falar de quanto tempo isso levava para ser executado! 

Hoje, por meio da tecnologia streaming (distribuição digital) é possível acompanhar um programa, assistir a um filme ou ouvir as músicas que quiser a qualquer hora e em qualquer lugar.  

Mas não é só na TV, internet e na música que houve tal transformação. Na educação o acesso on demand também já é realidade, com aulas a distância cumprindo requisitos de qualidade. 

O crescimento do serviço sob demanda é exponencial, tornando mercados cada vez mais tecnológicos, como você verá a seguir.

   


A evolução dos serviços sob demanda 

Plataformas que aproximam o cliente do recurso que necessitam tem conquistado cada vez mais usuários. Dessa maneira, empresas começaram a investir em recursos para se adaptar e até criar oportunidades que atendam a essa necessidade do mercado.  

Um exemplo de serviço sob demanda que conquistou adeptos em diversos países, incluindo o Brasil, é o do transporte individual, que conecta motoristas a passageiros. A demanda revolucionou o mercado porque: 

  • Mostrou que a satisfação dos clientes é fator primordial para a retenção 
  • Provou que é possível inovar mesmo em um setor estagnado e sem muita competitividade 
  • Revelou que usuários também aderem ao on demand no setor de transporte 

Portanto, agora é a vez do transporte coletivo se conectar a esta tendência. Principalmente após os eventos relacionados a pandemia de 2020, que colocou o mundo em estado de distanciamento social e fez com que todos repensassem o uso da tecnologia a favor da mobilidade.  

Afinal, este período acelerou processos e transformou ideias em resultados, como é o caso do home office na empresa de transporte rodoviário, por exemplo.  

Transporte sob demanda: o momento chegou 

De acordo com estudo realizado pela Gartner, os gastos com TI no Brasil podem totalizar US$ 64 bilhões em 2020, com aumento de 2,5% em relação ao ano de 2019. 

Especialistas acreditam que o investimento em tecnologia será a chave para o setor de transporte rodoviário sair da crise causada pelo novo coronavírus. Isso porque será necessário: 

  • Aumentar a qualidade dos serviços prestados 
  • Diferenciar-se cada dia mais dos concorrentes 
  • Aumentar a produtividade pelo menor custo operacional  

As novidades em tecnologia chamam a atenção, e vem na mesma mão do que cientistas econômicos do mundo todo citam como “o novo normal”. Ou seja, rotinas de consumo neste período que irão prevalecer após as paralisações. 

As vantagens em oferecer serviços sob demanda no transporte 

Em diversas cidades pelo Brasil, há passageiros com a expectativa de conhecer o serviço – principalmente aquelas que estimam deixar o carro em casa para trabalhar, ou migrar para um transporte coletivo mais confortável.  

Felizmente, já há plataformas que fazem esse intermédio. Ainda assim, é preciso focar na ampliação das linhas oferecidas, e é aí que entram em cena as empresas de transporte rodoviário. 

Participar desta tendência de mercado é, como falamos, não apenas um diferencial competitivo, mas principalmente a preparação para um modelo de negócio que é sucesso em muitas áreas. Entre os ganhos, está o aumento do faturamento por um menor custo operacional. Bem como uma operação simples, focada na qualidade e na retenção de clientes.  

Transporte sob demanda e mobilidade 

A alternativa visa tornar o transporte coletivo mais confortável, acessível e flexível. Além disso, visa a eficiência operacional, uma vez que possui paradas personalizadas, bem como um trajeto menor. Assim, transporta-se um maior número de passageiros por um custo mais baixo.  

O modal se vale dos benefícios de apps para transporte, o que permite o replanejamento do sistema público de mobilidade, especialmente em grandes centros. Uma estratégia que tem funcionado no exterior.  

O Fórum Internacional de Transporte (ITF) chegou a fazer uma projeção deste serviço em uma cidade como Lisboa (Portugal) em 2016. 

Os pesquisadores registraram 1,1 milhão de viagens na capital portuguesa, que contava com 550 mil habitantes. Delas, 50% eram realizadas por carros, motos e táxis; 21% a pé; e 29% com transporte público. A simulação eliminou todos os carros das ruas, mantendo apenas serviços de transporte coletivo. 

Em conclusão, pesquisadores perceberam que, aplicando-se os serviços de transporte sob demanda, seria possível reduzir o custo da passagem de 10 euros para 3,8 euros, em média. 

Além disso, a quantidade de veículos em horários de pico também seria reduzida em 63%. Portanto, eliminando congestionamentos. A emissão de CO2 também seria reduzida em 66%.  

Transporte sob demanda no Brasil 

Em algumas cidades brasileiras já é possível assistir a iniciativas para o transporte sob demanda. E o mercado se expande a cada dia, com startups que desenvolvem sistemas especializados para oferecer esse tipo de serviço, como a Plataforma Ubus, por exemplo.    

Quer fazer parte do futuro da mobilidade urbana? Entre em contato com a Praxio e saiba como integrar sua empresa ao que há de moderno no transporte on demand

  

 

Confira também nosso case de sucesso com a empresa Planalto

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é praxio-cases-de-sucesso-linkedin-copy-1024x535.jpg
Descubra como a Planalto migrou de uma gestão de múltiplos sistemas e foi capaz de encontrar o sistema de gestão certo, com características únicas, que integram 100% a operação da empresa de transporte.