Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

O que é e para que serve um ERP? Confira as aplicações do sistema de gestão

Utilizar um software de gestão ERP para facilitar o dia a dia na empresa é uma forma de automatizar os processos e tornar tudo mais rápido e eficiente, porém, muitas pessoas ainda não sabem como a tecnologia pode ser uma aliada.

Isso porque o software de gestão consegue tornar diariamente a rotina das empresas mais fácil, ao integrar todas as informações da empresa, gerar relatórios, prever gastos e permitir que o gestor analise a empresa como um todo.

Um sistema ERP permite centralizar todas as informações em um único lugar, por exemplo, o setor de recursos humanos é responsável pela contratação dos profissionais, mas quem é responsável pelo pagamento da folha salarial é o setor financeiro. Com o ERP, esse tipo de informação circula automaticamente. Essa integração é revertida em produtividade, assertividade e estratégias mais competitivas.

O que significa ERP?

A sigla ERP vem do inglês e significa Enterprise Resource Planning, traduzindo para o português quer dizer Planejamento de Recursos Empresariais. Ou seja, é um sistema de informação que interliga as informações e processos da empresa em um só sistema. 

Ou seja, é uma ferramenta que traz como funcionalidade um grande número de tarefas, organizando todas as informações de ponta a ponta do negócio, o que facilita bastante o gerenciamento, tornando as tomadas de decisões mais fáceis e assertivas.

O ERP auxilia na simplificação de processos operacionais, união de inteligência e qualidade para as informações, bem como auxilia no controle de estoque e de custos, na gestão integrada dos dados, controle e cumprimento dos prazos e aumento da produtividade.

Como funciona o ERP:

Apresentação: O usuário acessa o sistema e, por meio de formulários de cadastro e/ou login. A partir daí, o sistema valida o início da sessão e passará para o processamento lógico.

Processamento lógico: O sistema recebe todos os dados e integra com os módulos do sistema, retornando ao usuário uma resposta do que foi solicitado ou salvando no banco de dados. Toda integridade do sistema fica nessa camada, e sempre que precisa inserir novas atualizações, processos empresariais, melhorar o desempenho e a segurança do sistema, é tudo nessa etapa que é feita. 

Armazenagem: Quando o usuário digita as informações, ela passa pela camada de processamento e posteriormente vem para essa divisão do sistema, que é responsável por salvar tudo em um banco de dados para serem acessados futuramente.

Os benefícios do ERP 

O ERP auxilia na operação de diversos setores, para o financeiro da empresa, traz funcionalidades como auxiliar no controle total do fluxo de caixa, contas a pagar e receber, bem como o controle da folha de pagamento, mostrando com exatidão e transparência, o que cabe ao empregado receber, além de traçar as deduções necessárias.

Assim como auxilia toda a parte de WMS, cuidando da gestão de armazenagem, picking, histórico de movimentações, inventário, aplicativo, coletor de dados para receita federal, estatísticas por operador e gestão de demandas.

Onde é possível aplicar sistema ERP? 

Independentemente do ramo da empresa, um software de gestão que facilita a rotina e processos é bem-vindo, e é isso que o ERP faz. Como otimiza processos desde setores administrativos, recursos humanos, fiscal e contábil, pode ser funcional em diferentes segmentos empresariais.

Como tem também o recurso de gestão de frota, é relevante para empresas de transporte de passageiros e também para transportadoras de cargas, trazendo maior segurança e eficiência para toda a operação.

O ERP no setor de transporte rodoviário 

No caso do transporte rodoviário, o ERP auxilia em toda a operação de Backoffice, como a escala de motoristas, veículos e cobradores, bem como o livro de plantão com gestão de soltura e recolhe. 

Também traz como funcionalidade a gestão de arrecadação e estatísticas gerado em cada viagem. E, o ERP também traz a gestão de venda de passagens por múltiplos canais, sendo integrada com a bilhetagem. 

O que o ERP pode fazer pela gestão de frota? 


Além da parte financeira e administrativa, também auxilia na operação, fazendo toda a gestão de frota. Ou seja, garantindo o controle de manutenção corretiva e preventiva, localização de veículos com geoposicionamento, aplicativo de checklist, abastecimento e controle de pneus. 

Todas essas ferramentas auxiliam a tornar a rotina da frota mais segura e eficiente. Por exemplo, avisa o gestor que está na hora de realizar a manutenção preventiva, evitando danos mais severos aos veículos.

Também permite avaliar a forma de direção dos condutores, analisando a quilometragem rodada, velocidade, gasto de combustível, entre outras informações por veículo, podendo assim descobrir a rentabilidade de cada um deles.

Como contratar ERP especialista no transporte?

Antes de contratar um ERP, é indicado que seja especializado no setor de operação da sua empresa. A Praxio, por exemplo, é especializada em tecnologias voltadas para o setor de transportes de carga e passageiros. 

Dessa maneira, desenvolvem tecnologias que tornam toda a operação de transporte mais fácil. Auxiliando assim o gestor em todo o processo dentro da empresa, inclusive na tomada de decisão

Por ser feita sob medida para o setor de transportes, acaba sendo adequado a operação de veículos de transporte de passageiros ou de cargas, trazendo soluções que são adequadas a esse segmento empresarial.

O ERP Praxio Avacorp-i  ajuda a aumentar a eficiência das suas tarefas e reduzir os custos da sua empresa, entre em contato com um de nossos consultores para ver como ele pode transformar toda a sua operação.