Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

O que é e como fazer uma gestão compartilhada do transporte de cargas?

A gestão compartilhada do transporte de cargas nada mais é que o compartilhamento de dados da operação entre a transportadora e sua cliente, a embarcadora.

Trata-se de uma tendência no mercado de transporte rodoviário de cargas. Isso porque, com este modelo de gestão, os dados podem ser acompanhados de forma igualitária.

Dessa maneira, é possível aumentar a produtividade e reduzir erros na operação – principalmente levando em conta sua complexidade logística, que conta com diferentes filiais, galpões de armazenagem e endereços de entrega.

Atualmente, as transportadoras que têm maior participação na cadeia de suprimentos, utilizando a tecnologia como aliada ao gerenciar a operação de transporte, são as que têm se destacado neste setor.

Afinal, a gestão compartilhada no transporte de cargas pode até aumentar o índice de satisfação dos clientes. A seguir, veremos um pouco mais sobre como isso acontece!

Por que a gestão compartilhada de transportes é importante?

Com a adoção de paineis de indicadores de performance, é possível avaliar, em tempo real, o que acontece na transportadora.

Isso ocorre por meio de um sistema de gestão, ou seja, um software responsável pelo gerenciamento, armazenamento e até automação de processos da transportadora.

Esses paineis, portanto, mostram dados relevantes sobre sobre a distribuição logística para as empresas envolvidas, como por exemplo:

  • Quanto os veículos faturam;
  • Quilometragem rodada;
  • Disponibilidade da frota;
  • Performance dos veículos.

Business Intelligence no Transporte de Cargas

Graças à tecnologia de ponta, com a Indústria 4.0, empresas passaram a dotar o uso de softwares inteligentes de gestão que automatizam processos, reduzindo drasticamente os custos logísticos de transporte rodoviário.

Entre estas tecnologias, podemos citar, por exemplo:

  • Aviso de recebimento da carga;
  • Emissão automática de CTe, conforme NFe;
  • Unificação de dados entre matriz e filiais;
  • Gerenciamento de manutenção de frota;
  • Etc.

Tudo isso pode ser traduzido em uma única palavra: dados. E as empresas, tanto transportadoras como as contratantes, tem total interesse em dados, pois eles possibilitam uma visão com maior amplitude, e proporcionam segurança às partes.

Um destes softwares inteligentes é o ERP, sigla para Enterprise Resource Planning. Dentre suas inúmeras funções, o ERP capta todos os dados tradicionais de uma empresa, a saber:

  • Financeiro;
  • RH;
  • Compras;
  • Contábil;
  • Etc.

Além disso, um software específico na operação de transporte rodoviário, permite o completo gerenciamento da logística de transporte, desde a armazenagem e distribuição ao controle de documentos fiscais.

Coletados os dados, ele os unifica em uma única plataforma, que possui um servidor que pode ser alocado em nuvem.

Dessa maneira, é possível realizar a nossa gestão compartilhada de transporte, e torná-la um caso de sucesso na sua transportadora, assim como aconteceu com a Henrique Stefani, neste depoimento.

ERP Carga e Logística, da Praxio

A Praxio possui em seu portfólio um sistema de ERP único que consegue coletar, além dos dados tradicionais de uma empresa, toda informação referente à operação logística em si.

Com este ERP, é possível realizar todas as tarefas citadas acima para desenvolver a sua gestão compartilhada de transporte, de maneira rápida, automatizada e máxima redução de custos.

Peça hoje mesmo uma demonstração com a nossa equipe de vendas e implemente a Gestão Compartilhada na sua transportadora também!