Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

Mitos sobre ERP: desvendamos os mais importantes para a gestão de transporte

ERP é uma sigla em inglês para Enterprise Resource Planning. Em tradução livre, quer dizer Planejamento de Recursos da Empresa. E se refere a um sistema integrado de gestão empresarial, garantindo maior dinamismo à organização. Por facilitar os processos dentro da transportadora, o investimento em software de gestão empresarial se tornou uma necessidade para auxiliar nas decisões e otimizar a operação. Mas, com a fama, surgiram diversas dúvidas e mitos sobre ERP no mercado. 

Para desmistificar o que é falado sobre o sistema de gestão, reunimos os principais mitos sobre ERP. Com eles, você poderá decidir se é possível ter ou não este recurso no seu negócio. Confira!

  1. ERP é coisa de empresa grande

O software de gestão não é indicado apenas para grandes empresas. Embora inicialmente pareça uma necessidade de negócios maiores, o ERP é destinado a qualquer tamanho de transportadora ou empresa de transporte. Isso porque o principal objetivo do software de gestão é integrar e analisar os dados, garantindo o gerenciamento da empresa por meio de inteligência e automação.

Vale saber que esse tipo de software é flexível, oferecendo recursos e funcionalidades adaptáveis. Dessa maneira, o valor do investimento pode ser dimensionado de acordo com a necessidade e o tamanho da empresa.

É possível perceber quando a empresa precisa apostar em um recurso como esse. Ocorre quando o gestor observa que apesar, do faturamento aumentar, o fluxo de caixa está sempre desequilibrado. Com uma conta que não fecha. 

A falta de comunicação entre os sistemas operacionais dentro da empresa também podem resultar em pequenas brechas que fazem escoar o dinheiro. E, por consequência, gerar mais desperdício. Isso pode acontecer em empresas de qualquer tamanho, inclusive nos pequenos e médios negócios.

  1. Software de gestão empresarial é caro

Como dito anteriormente, o custo do investimento em um software de gestão é variável. Isso por que é flexível, e pode ser adaptado para atender às necessidades e ao tamanho do negócio. 

Outra vantagem do software de ERP é que ele pode ser um  serviço apoiado na cloud computing. Isso quer dizer que no lugar de investimentos esporádicos, o serviço é oferecido por assinaturas flexíveis, o que permite colocar na ponta do lápis os gastos atuais e futuros.  

No âmbito operacional, o sistema de gestão elimina a necessidade de tarefas repetitivas, tornando a empresa mais eficiente. A vantagem otimiza o tempo do trabalho sem perder a qualidade do serviço prestado. Gerando, assim, economia de recursos.

Caso ainda assim o investimento pareça alto, vale lembrar que a função dele é garantir o correto gerenciamento de custos operacionais mantendo a performance da frota. O que mostra que, a longo prazo, é um bom investimento. Isso porque reduz custos em diversas etapas da operação. Como, por exemplo, gestão de insumos, documentos fiscais, frete, etc.

  1. Demora muito implementar ERP

É verdade que a implementação da ERP pode durar alguns meses. Mas esse é a exceção à regra, quando as organizações são muito grandes e complexas. 

Ainda assim, quando há grande tempo de implementação, é importante aproveitá-lo para ajustar perfeitamente sua empresa ao sistema. Isso é possível quando a desenvolvedora de ERP possui boa qualidade de atendimento.

  1. Sistemas assim são muito complexos

Pelo contrário! O software de gestão integrada foi feito para simplificar os processos e não complicar. O sistema é capaz de integrar todos os departamentos em um único ambiente virtual, com um  dashboard centralizado. Com a visualização da análise como um todo, é possível acessar os aspectos da gestão a alguns cliques.

  1. A nuvem que o ERP utiliza não é segura

A evolução da tecnologia fez com que o cloud computing se tornasse mais segura para armazenar arquivos da empresa. Os softwares de gestão em nuvem possuem diversos benefícios. É o caso do monitoramento integrado, que torna mais fácil acessar as informações de um só lugar. É importante lembrar que quanto mais centralização os dados, maior é o controle sobre suas informações.

  1. Um software de gestão só depende da TI

Mais um mito! As soluções tecnológicas não são de exclusividade do setor de TI, para que um software de gestão seja capaz de tornar a empresa de transporte mais competitiva, é preciso incluir todas as equipes no processo. Devem ocorrer discussões, planejamento e treinamento que envolva todos os setores da empresa. Afinal, quanto mais incluídos os colaboradores se sentirem, mais você terá do potencial da solução.