Pular para o conteúdo

Últimas Notícias

Controle financeiro para transportadora: por que fazer?

O mercado de transportes no Brasil por si só apresenta muitos desafios: a infraestrutura está longe de ser ideal, há riscos de roubo de cargas, os custos são altos e outros problemas que você certamente já conhece. Porém, você não precisa fazer a sua vida nesse ramo ainda mais difícil ao perder o controle financeiro na sua transportadora.

Não apenas em logística, mas em qualquer ramo, uma empresa dificilmente sobreviverá se ela não conhecer suas despesas, suas receitas, entender o fluxo de caixa e assim por diante. O controle financeiro é um pré-requisito para sobreviver e se tornar competitivo.

Ainda não tem um controle financeiro na sua transportadora? Acompanhe e entenda porque você deveria ter um!

O que é controle financeiro?

É um conjunto de ações tomadas com o objetivo de entender, acompanhar, planejar e prever todos os aspectos do negócio ligados às finanças. O controle financeiro envolve o acompanhamento de custos e receitas, mas vai muito além disso. Ele também inclui itens como:

  • fluxo de caixa;
  • controle de vendas;
  • contas a pagar e a receber;
  • divisão de despesas fixas X despesas variáveis;
  • previsão de receita e de custos;
  • planejamento financeiro;
  • controle de estoques.

Enfim, um controle financeiro completo se preocupa em entender o passado, mostrando onde houve mais gastos ou mais lucro, cuidar do presente, para que as contas não saiam da linha, e planejar o futuro, garantindo que a empresa permaneça saudável em longo prazo.

Por que ele é importante para as transportadoras?

Como já falamos, controle financeiro é importante em qualquer negócio. Não é preciso explicar que nenhuma empresa sobrevive sem lucro e o controle financeiro é uma ferramenta importante para assegurar que isso aconteça.

Nas transportadoras, ele pode ajudar a reduzir muitos dos problemas comuns a esse tipo de negócio. Por ser uma área de negócio extremamente dinâmica, a logística precisa de ainda mais dados e ainda mais controle para funcionar. Entre os itens que você deve atentar na sua transportadora estão:

  • custo com combustível;
  • gestão de multas;
  • gastos com manutenção;
  • preço mínimo do frete para que o negócio seja rentável;
  • despesas com estoque e armazenagem.

Você sabe qual foi o retorno sobre o investimento da última renovação na frota feita na sua transportadora? Quanto a sua empresa gasta por mês apenas para manter o negócio funcionando? Qual o impacto do preço do combustível por km rodado? Qual área tem recebido investimentos e qual está precisando de mais dinheiro? Será que agora é uma boa hora para investir em treinamento para toda a equipe? Quanto você vai receber no próximo mês?

Todas essas perguntas só podem ser respondidas com assertividade por meio de um controle financeiro rígido e eficiente. Portanto, o controle financeiro é importante para transportadoras para garantir que o seu negócio se mantenha rentável, que sejam feitos bons investimentos e que a empresa consiga crescer.

Como melhorar o controle financeiro na minha transportadora?

O primeiro passo é organizar a casa e criar métodos e procedimentos que garantirão que o controle financeiro vire uma rotina para toda a empresa. Veja alguns passos que podem ser tomados:

  • análise das contas bancárias e levantamento de dívidas, empréstimos, financiamentos;
  • separação das despesas por origem (salários, aluguéis, utilidades, combustível etc.);
  • checar onde existem possibilidade de redução de custos;
  • verificar se a sua transportadora está no melhor regime tributário;
  • separar completamente as despesas pessoais dos sócios das despesas da empresa;
  • organizar os documentos financeiros, tanto físicos quando virtuais;
  • implementar processos de controle diário, semanal e/ou mensal dos gastos;
  • gestão e controle de estoque;
  • treinamento da equipe;
  • traçar planos financeiros para pagamento de eventuais dívidas, levantamento de capital de giro, entre outras;
  • implementar um sistema de controle financeiro.

Quando uma empresa não está habituada a cuidar de perto das finanças, o desafio pode parecer grande. Mas não desista pois o esforço vale a pena. Quando as contas estiverem organizadas e o controle financeiro for rotina para a empresa, sua transportadora estará mais sólida e competitiva.

Viu como o controle financeiro é importante nas transportadoras? Agende uma demonstração gratuita com um dos nossos consultores e descubra como as nossas soluções podem ajudar o seu negócio!